Componentes: Estrutura dos Rins

Rins: Encontrados aos pares em cada indivíduo, são órgãos de cor marrom avermelhada em forma de grãos de feijão. Possuem cerca de 10 cm de comprimento e ficam alojados na parte posterior da cavidade abdominal, logo abaixo do diafragma e um de cada lado da coluna vertebral. O rim direito posiciona-se um pouco mais abaixo com relação ao esquerdo. Cada rim possui um canal urinífero, que desemboca na bexiga urinária, e uma glândula supra-renal. São envoltos por três camadas de tecido. Da camada mais externa ao rim para a mais interna, respectivamente são: fáscia renal, cápsula adiposa e cápsula fibrosa. A parte do órgão imediatamente sob a camada mais interna é chamada medula renal e apresenta várias estruturas triangulares conhecidas como pirâmides renais, que são agrupamentos de dutos responsáveis por coletar a urina produzida nos nefros. No vértice que aponta ao centro do órgão de cada pirâmide localizam-se as papilas renais, onde desembocam os dutos coletores de urina. As papilas são envolvidas pelos cálices menores, que por sua vez se unem para formar os cálices maiores, cuja reunião forma a pelve renal, para onde é escoada toda a produção de urina do órgão

Néfrons:

São estruturas tubulares responsáveis pela captação das toxinas do sangue, logo responsáveis pela formação da urina, localizadas no córtex renal. Em uma das extremidades há uma pequena estrutura em forma de taça, a cápsula renal (de Bowman) no interior da qual se situa o glomérulo renal ou glomérulo capilar (de Malpighi), formado por capilares sanguíneos enovelados ligados a artéria renal por uma arteríola. O conjunto da cápsula e do glomérulo recebe o nome de corpúsculo renal.

A cápsula renal comunica-se com mo túbulo néfrico, que apresenta três regiões: o túbulo contorcido (ou enovelado) proximal, a alça néfrica (túbulo reto ou de Henle) e túbulo contorcido (enovelado) distal, que converge para o duto coletor. Este último leva a urina até a papila renal, de onde ela flui pelos cálices menores, maiores, até chegar à pelve renal e ser conduzida pela bexiga.

O organograma abaixo também ajuda a compreender a organização dos rins:

Esse post foi publicado em Sistema Urinário Humano e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s